51. Mini aposentadoria na prática: férias com 30 dias por ano ao estilo Timothy Ferriss

Olá Poupa'dores! Quem aí sonha com a aposentadoria? Aposto que muita gente! Colocamos em prática as orientações do livro Trabalhe 4 horas por semana (Edição 2017), escrito por Timothy Ferriss, e curtimos longas férias. Foi a primeira vez que tiramos de forma ininterrupta 30 dias de descanso! E acreditem: é a melhor coisa a ser feita!
Geralmente o Sr. Poupador e a Sra. Poupadora ficavam de férias em períodos de 7 até 15 dias e quando a coisa estava boa... tínhamos que voltar... mas quando são 30 dias de férias, quando a coisa começa a ficar boa, você calcula e percebe que ainda tem vários dias para curtir e pensa: que maravilha! É quase impossível não pensar: nossa, já fizemos tantas coisas nesses dias e ainda temos muito mais tempo para curtir!
Mini Aposentadoria, Trabalhe quatro horas por semana, Timothy Ferriss, Sou Poupador, Finanças Pessoais

E o melhor: quando chega a hora de voltar ao trabalho, aquela pessoa que saiu de férias é totalmente diferente da que está voltando depois dos 30 dias! Por isso, nossa humilde sugestão é que ao longo do ano você faça um prévio planejamento de forma que seja possível permitir-se colocar em prática essa possível "mini aposentadoria" anual!

Conhecemos algumas pessoas que ao se aposentar ficaram sem saber o que fazer e logo querem retornar ao trabalho! Além disso, quantos se aposentam e logo vão para o "repouso eterno"?  Nem dá tempo para eles curtirem a vida e já têm que despedirem-se dela!

Portanto, ao que tudo indica, o ideal é que a pessoa nunca pare de ter uma atividade, senão, em uma primeira hipótese, depois de tantos anos sempre fazendo alguma coisa a pessoa ganha tanta liberdade que fica sem saber o que fazer com ela. Daí não faz nada e acaba "perecendo"...

O pior é que não existe garantia de que vamos conseguir nos aposentar. E se esperarmos para curtir a vida durante a aposentadoria e ela nem chegar?!

Lembro do caso que li em um blog em que a pessoa estava prestes a se aposentar e... pimba morreu. Logo, percebemos que pode ser bastante interessante curtir essa vida de aposentado por 30 dias e depois voltar com energias renovadas! Coisa boa!

Mini aposentadorias, trabalhe quatro horas por semana, Timothy Ferriss, Sou Poupador, Finanças Pessoais
Não se aposente nunca! Curta várias mini aposentadorias ao longo da sua vida!

Um autor que reforça essa ideia é Tim Ferriss. Ele apresenta o seguinte raciocínio sobre essa possibilidade, vejamos:

A aposentadoria como objetivo ou como redenção final é um equívoco por pelo menos três razões sólidas: 

a. Está subentendido na aposentadoria que você não gosta do que está fazendo durante os anos de maior vigor físico em sua vida. Isso é um erro fundamental: nada pode justificar esse sacrifício. 

b. A maior parte das pessoas nunca será capaz de se aposentar e manter um padrão razoável de vida. Mesmo 1 milhão é apenas um trocado num mundo em que a aposentadoria tradicional leva 30 anos e a inflação reduz seu poder de compra de 2% a 4% por ano. A conta não fecha. Os anos dourados da aposentadoria tornam-se uma vida de classe média-baixa revisitada. Isso é um final amargo. 

c. Se tiver juntado dinheiro suficiente para a conta fechar, isso significa que você é uma ambiciosa máquina de trabalhar. Se esse for o caso, quer saber? Basta uma semana de aposentadoria e você estará tão entediado que vai querer furar seus olhos. Provavelmente optará por procurar um novo emprego ou fundar uma nova empresa. E não é que isso derrota a ideia de esperar?

Logo, isso coloca em xeque algumas das ideias propostas por nossos amigos dos blogs Aposente aos 40  e Sr. IF365 sobre se aposentar. Talvez o ideal é nunca ter que se aposentar de fato, mas sim fazer o que gosta por opção a vida inteira! 

Fica o espaço e a provocação para que todos digam o que pensam a respeito da ideia de aposentadoria permanente em relação às mini aposentadorias ao longo da vida... Será que o Tim tem razão? Como podemos equilibrar a relação entre a vida e o trabalho? Você tem alguma estratégia, qual é?

Se alguém quiser tornar possível as mini aposentadorias, o ideal é que ao longo do ano junte o dinheiro necessário para fazer, sem aperto, as coisas que tiver vontade ao longo da "mini aposentadoria"! Afinal, de que adiantariam 30 dias de férias sem ter o cacife para curtir? Outra dica é fazer sempre um bom seguro de viagem. Mas a dica mais valiosa talvez seja: viva sua vida, pois ao contrário do que muitos pensam, não é o tempo que passa, somos nos que passamos pelo tempo. Logo, nosso tempo é limitado, "vamos viver o que há, vamos nos permitir"! Curta sua vida, curta suas férias com 30 dias por ano ao estilo Timothy Ferriss! Você vai gostar! Pode apostar!


"Hoje o tempo voa... escorre pelas mãos..."
 

Dica: Compre o livro Trabalhe 4 horas por semana e fique por dentro das ideias de Tim Ferriss para levar uma boa vida!

"Recria tua vida, sempre, sempre remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.", frase dita por Cora Coralina.
"Recria tua vida, sempre, sempre remove pedras e planta roseiras e faz doces. Recomeça.", frase dita por Cora Coralina.

Por fim, independente de preferir fruir suas férias de forma integral ou fracionada, o importante mesmo é curtir sempre cada momento! Obrigado por sua visita! Volte sempre!

Se possível: 
1. Registre tuas considerações sobre o texto no campo dos comentários. 
2. Inscreva-se no Canal do Sou Poupador no Youtube
4. Nos acompanhe também no Instagram do Sou Poupador.
5. Registre sua reação sobre o texto logo abaixo nos emoticons.
6. Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, informe nos comentários.

Comentários

Postagens mais visitadas

Marcadores

Mostrar mais

BlogRoll (Contate para parcerias)

Criative Commons

Todos os usuários da plataforma Sou Poupador concordam tacitamente com os termos da licença Criative Commons nos seguintes termos: CC BY-ND (Creative Commons LicenseAtribuição-SemDerivações). Você tem o direito de redistribuir nosso conteúdo de forma comercial e não comercial, desde que o trabalho seja distribuído inalterado e no seu todo, com crédito atribuído ao autor.