6. O encontro entre o Poupador gastador e o Poupador investidor

Estimados leitores do Sou Poupador, voltamos!

No post anterior falamos sobre algumas características dos investimentos: liquidez, risco e rentabilidade. Também diferenciamos os perfis de investidor em três tipos: conservador, moderado e arrojado. Além disso, apresentamos um bom motivo para sermos poupadores investidores: alcançarmos o progresso financeiro.

Naquele post propomos um encontro entre dois amigos com perfis bem diferentes: um com perfil de Poupador, que poupa para gastar (Francis) e o Poupador, que poupa para investir (Bruno). A condição para isso acontecer era ambos concordarem. Como os dois concordaram, vamos apresentar os resultados do bate-papo realizado no dia 8 de agosto de 2018 na Capital Federal do Brasil. Se preferir conferir o post anterior antes de continuar, aqui vai o linkSou Poupador... e investidor.
Apresentando nossos Poupadores entrevistados:


Finanças Pessoais, Educação Financeira, Perfil Financeiro, Poupador Gastador, Poupador Investidor, Dinheiro, Sou Poupador
Da esq. para a dir. Francis, o poupador gastador e Bruno, o Poupador investidor.
Participação surpresa: Luciana, que já fez a transição de Poupadora Gastadora, para Poupadora Investidora.

Para inicio de conversa: perguntamos para o Poupador Investidor se ele gostaria de oferecer alguma dica para pessoas que são Poupadoras Gastadoras. Bruno iniciou falando sobre a importância de, independente da renda da pessoa, ela sempre precisa buscar economizar alguma quantia. Ele explica que essa foi a primeira coisa que aprendeu. Segundo Bruno, ter uma reserva de emergência é uma importante precaução que todas as pessoas precisam ter, apesar de admitir que quanto menor a renda, maior a dificuldade para poupança. Contudo, apesar da baixa renda, ele revela que quando foi menor aprendiz, ele fazia justamente isso. Para ele, se a pessoa ganha R$300,00 deve guardar ao menos R$10,00, depois R$20,00 e, gradualmente, ir habituando-se a manter uma reserva. Para Bruno, o importante é sempre poupar e os gastos devem ser controlados. Concordamos com ele, pois assim as contas podem ser pagas em dia e os credores recebem o esperado. Se alguma coisa der errado, como a pessoa perder o emprego, sobra algum tempo para reagir buscando um novo emprego e ou encontrando novas formas de renda.

# DICA 1: independente de sua renda, sempre busque economizar alguma quantia.

Atento para a dica número 1, o Poupador Gastador, iniciou procurando resolver uma curiosidade. Ele perguntou para o Poupador Investidor como equalizar as proporções entre ganhos, gastos e poupança para conseguir guardar dinheiro sem abrir mão de qualidade de vida?!

O Poupador Investidor iniciou explicando que existem ao menos duas formas para se aumentar a capacidade de poupança: 

A) aumentar a renda ou B) passar a gastar menos.  

Adiantamos que o caminho A, foi o que mais agradou ao Poupador Gastador, pelo fato de que para colocar em prática essa opção, não será necessário fazer um "downgrade" do seu padrão de vida, uma vez que aumentando a renda ele tem a opção de manter o padrão para conseguir economizar. Admito, que em certa medida, foi o que aconteceu comigo. Quando consegui uma renda melhor, passei a viver com o mesmo padrão de vida anterior para conseguir economizar.


Já o caminho B passa por adotar o conceito que Bruno chama de "simplificação", ou seja, uma das possibilidades para aumentar a capacidade de poupança é avaliarmos se precisamos de objetos de alto valor quando um outro objeto com menor, atenderia a mesma necessidade. Ele ofereceu como exemplo: carros. Ter um carro com alto valor de manutenção pode não ser a melhor opção se a necessidade da pessoa for apenas ir de casa até o trabalho. Com um veículo que tenha manutenções de baixo custo, sobrará mais para investir. 


Após conhecer as duas opções, Francis constatou que a opção dele é o caminho A, ou seja, aumentar a renda sem baixar o atual padrão de vida, pois para ele seria um sacrifício muito grande reduzir os confortos que são resultado de muito estudo.

# DICA 2: melhore a sua a capacidade de poupança.  Aumente a renda ou passe a gastar menos.

Nosso Poupador Gastador revela que até consegue guardar um pouco de dinheiro, mas esse dinheiro sempre foi acumulado para consumir produtos de interesse. Disse também que ele até já tentou investir em um CDB, mas que precisou do dinheiro e acabou retirando antes do vencimento e isso fez com que ele não tivesse a rentabilidade esperada. Ele até pensa em investir em Tesouro Direto, pois imagina que é a opção mais segura. 

Talvez a imagem a seguir possa ajudar nosso Poupador Gastador a rever o fato de ter perdido dinheiro em um CDB e o ajude a ter em mente que ter paciência e persistência, mesmo que seja com investimentos relativamente simples, pode dar algum resultado, vejamos:


Finanças Pessoais, Investimentos, Renda Fixa, CDB, Dinheiro, Sou Poupador
Exemplo de rendimentos com o CDB

O que percebemos? Que se algum poupador tivesse guardado R$3.000,00 durante 3 anos, teria conservado o poder de compra e teria a chance de gastar melhor, poderia comprar produtos atualizados, com maior qualidade ou reinvestir novamente o valor acrescido dos juros. Além disso, notamos que em média, em todo o período, o valor teve um acréscimo de R$26,26, valor suficiente que ajuda a pagar alguma despesa mensal. Agora imagine se fosse uma quantia maior?! Mas, esse dinheiro nas mãos de Poupadores gastadores corre o risco de voar... para outras mãos. 


Seguindo, ele demonstrou interesse em começar a guardar alguma quantia justamente para investir. O que é um excelente indicativo de esperança para que ele dê o primeiro passo para ter uma reserva de emergência, o que Bruno já fazia desde quando foi menor aprendiz. No conceito de Francis, se ele fosse investir em alguma coisa, seria em imóveis. Com investimentos é assim mesmo, cada pessoa tem o seu próprio tempo... 

Bruno, alertou para o fato de que é necessário começar a poupar, mas Francis reforçou que junta e logo gasta. Por exemplo, ele disse que recentemente juntou cinco mil, mas que já usou para um reforma e que agora conseguiu juntar mais mil reais que ele vai ter que usar na compra de um smartphone novo que custará mil e quinhentos reais, uma vez que o dele pifou. Ou seja, nosso amigo está inserido no ciclo de consumo que o deixa em posição vulnerável, pois qualquer imprevisto que exija recursos financeiros o levará para tomar um empréstimo. Logo, nosso Poupador Gastador está voltado para o lado que escolheu pagar juros em detrimento do lado que escolheu receber juros.

Bruno, aproveitou para contar que ele agora tem um celular com um valor mais acessível e que Francis deveria considerar avaliar se não seria o caso de aplicar a estratégia da "simplificação" na hora de escolher o novo aparelho. 

# DICA 3: tenha paciência e persistência, guarde o dinheiro que você não precisará antes do prazo estipulado para o vencimento do investimento. 

e

#DICA 4: Considere aplicar o conceito da simplificação para suas novas aquisições.

Seguindo, com a nossa conversa, Francis falou sobre sua intenção de ter uma moradia própria, mas que atualmente ele mora em um imóvel da sua família. Sabendo disso, Bruno falou que essa é uma boa oportunidade para melhorar ainda mais os níveis de poupança. Nesse momento, Francis falou que define bem o os seus gastos usando uma planilha do Excel. Nosso entrevistado gastador está de parabéns por estar controlando os gastos, ou seja, o seu endividamento ao que tudo indica ao menos por enquanto é zero. Mas que mesmo morando em um imóvel de sua família, ele tem despesas fixas, como plano de saúde, cartão de crédito e que depois de abater todas as despesas sobram R$500,00.

#DICA 5: Tenha uma lista com suas despesas. 

Bruno recomendou ao amigo Francis que comece a guardar esse dinheiro e não o gaste, sugerindo ainda a abertura de uma conta em uma corretora para ir aprendendo mais sobre as opções de investimento que vão além da popular e tradicional poupança, como por exemplo: LCI, LCA, CDB. Para, mais tarde, estudar sobre ações, ou seja, renda variável.

Vamos ver alguns sites de bancos/corretoras que podem oferecer boas informações sobre o mercado financeiro:
https://www.bb.com.br
https://www.sofisadireto.com.br/
https://www.rico.com.br/
https://www.clear.com.br/
https://www.easynvest.com.br/

#DICA 6: Ambiente-se com as plataformas de investimento.

Bruno disse também que, mesmo que somente venha a realizar investimentos, posteriormente, é importante ir se familiarizando com o ambiente das transações financeiras. Além disso, é importante ir estudando quais os produtos a sua instituição financeira oferece. 

#DICA 7: Acompanhe os resultados dos investimentos antes mesmo de ter o dinheiro para aportar.

Na sequência, o Poupador Investidor questionou o que o Poupador Gastador faz com o dinheiro do décimo terceiro salário e férias? Esses recursos são bastante úteis para saldar dívidas, aproveitar promoções e fazer aportes maiores do que os habituais. Mas o Poupador Gastador disse que ganha e logo já gasta. Que quando tem um objetivo junta a quantia necessária e compra o produto ou serviço que quer. 

#DICA 8: Aproveite dinheiro extra para realizar investimentos extras.

Desse debate entre os dois, Francis disse que gasta tudo, pois não sabe se amanhã estará vivo. Mas, Bruno disse que amanhã, provavelmente, eles estarão vivos e que por isso devem organizar a vida financeira. Logo, Bruno alerta para o fato de que, se um dia Francis não receber o pagamento, provavelmente estará com sérios problemas financeiros. 


#DICA 9: Provavelmente amanhã você estará vivo, logo, cuide da sua vida financeira.

Continuando a conversa, Francis falou sobre a importância de sempre continuar estudando para progredir profissionalmente e conseguir melhores posições. Além disso, com a possibilidade de ser alcançada a liberdade financeira, existe a possibilidade de se alcançar outras liberdades que permitem as pessoas fazerem o que elas realmente gostam de fazer.

#DICA 10: Converse com pessoas que também estão com objetivos financeiros para aprender sempre mais.

Nesse ponto, o Poupador Gastador perguntou para nossa convidada Luciana sobre como ela cuida da vida financeira dela. Recebemos como resposta de Luciana, o seguinte: ela disse que também não dava a devida importância para o planejamento financeiro e que também tinha essa visão de viver o agora e gastar sem fazer reservas. Entretanto, já faz um tempo ela passou a ter maior cuidado com a vida financeira. Logo ela comentou que o legal é buscar o equilíbrio, não deixar de viver, mas também nunca deixar de poupar e que no início foi um pouco difícil pra ela, mas agora ela já percebe a importância e os resultados aos poucos vão aparecendo. 

Assim como o Poupador Investidor, Luciana também já está começando os primeiros passos nos investimentos em renda variável. Além disso, ela falou sobre a possibilidade de economizar da seguinte maneira: pagando o valor justo das coisas, pois na opinião dela existem coisas que não valem o preço. Por fim, ela contou sobre como  a simplicidade tem proporcionado boas experiências. 

E foi assim que aconteceu o bate-papo entre nossos amigos com perfis diferentes e soubemos como eles lidam com as finanças pessoais. Uma conversa em tom de descontração... Bacana?! Então tá!  

Olha só pessoal, aproveitando a oportunidade: queremos saudar todos os economistas, já que dia 13 de agosto é comemorado o Dia do Economista. Fica aqui o nosso reconhecimento e cumprimentos aos profissionais dessa área!


#DICA: Recomendamos aos nobres leitores do Blog Sou Poupador o livro de Felix Dennis, traduzido para o português brasileiro por Ricardo Gozzi, chamado FIQUE RICO! VOCÊ PODE! Um caminho verdadeiro e alternativo para alcançar o sucesso financeiro. Editora Novas ideias. Referido livro está disponível na Google Play Livros.
Link para o livro: https://books.google.com.br/books?isbn=8581631738

Agradecemos mais uma vez aos amigos Poupadores Francis, Bruno e Luciana. Parabéns por terem se permitido viver essa experiência tão enriquecedora! Lembrando que para a maior parte da população brasileira, esse tipo de conversa é muito rara, não é mesmo?!

E você caro leitor, o que tem feito para aumentar a sua capacidade de poupança? 

E aí, qual a sua dica para o Pupador Gastador? 

Você considera-se poupador gastador ou investidor?! 

Registre o seu comentário e enriqueça o debate! 

Comentários

  1. Parabéns pelo blog! Ótima iniciativa! Tenho certeza que ajudará muitos poupadores gastadores (hj infelizmente me enquadro nesse time rsrs).

    ResponderExcluir
  2. Olá estimado Poupador, apesar de você estar entre os Poupadores Gastadores, lembre-se que você tem escolha. No momento em que você decidir organizar melhor o seu dinheiro, você perceberá a possibilidade de formar uma poupança para a realização dos seus projetos. Para isso acontecer, basta cortar e ou diminuir despesas desnecessárias. A não ser que para isso não seja necessário dinheiro. Mas para quase tudo nessa vida é necessário capital. Por isso, busque desenvolver sua capacidade de poupança. Lembrando que o dinheiro na poupança rende, apesar de ser pouco, essa reserva tem liquidez e poderá ser muito útil para uma eventual emergência. Por isso, formar sua reserva de emergência poderá valer muito mais se tiver ela na hora certa. Por isso, precaver é preciso. Alertamos que de nada adianta ter um excelente salário, se gastar tudo, no famoso: "vive de salário em salário". Para encerrar, uma adaptação de uma passagem bíblica: "Fiel no pouco, fiel no muito", para "Poupar no pouco, poupar no muito"! E por fim, não custa lembrar a história da "Cigarra e a formiga" a qual nos desperta para a necessidade de pautar nossas vidas financeiras como base na previdência, ou seja, tentarmos prever o futuro.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas

Marcadores

Mostrar mais